segunda-feira, 8 de março de 2010

Investimentos da Cargill geram mais de 700 novos empregos diretos e indiretos em Uberlândia

Foto: Pedro Reis / Farol Comunitário

Quase R$ 200 milhões foram aplicados na expansão da fábrica de amidos e adoçantes 

A Cargill, produtora de derivados do milho para as indústrias de alimentos e de papel, acaba de inaugurar a ampliação da fábrica de amido e adoçantes, no complexo industrial da empresa em Uberlândia. Com um investimento de R$ 197 milhões, sendo R$112 milhões destinados para as obras de ampliação da fábrica e R$85 milhões na compra de caldeira que permitirá a geração de energia limpa, a partir de biomassa, mais de 700 empregos diretos e indiretos serão criados. Parte desses recursos contou com financiamento do Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG). Para a ampliação da fábrica, foram criados 1.300 postos de trabalho.

A Cargill foi a primeira fábrica a ser visitada após a chegada do governador do Estado de Minas Gerais Aécio Neves e do vice, professor Antônio Anastasia, que estavam acompanhados do prefeito de Uberlândia Odelmo Leão, do Chief Executive Officer (CEO) da Cargill, Gregory Page; do presidente da Cargill no Brasil, Marcelo Martins; e do diretor da Unidade de Negócio Amidos e Adoçantes para a América do Sul, Marcelo de Andrade; empresários e autoridades políticas. 

Segundo o prefeito Odelmo Leão a empresa fez investimentos em solo fértil. "Quero agradecer a confiança por tudo que a Cargill tem feito por Uberlândia. A Prefeitura é uma facilitadora de investimentos. Invistam em Uberlândia porque aqui é terra fértil", enfatizou.   
"O governo de Minas investe em saúde e área social com investimento por meio da Cemig, então seria oportuno que eu estivesse festejando a ampliação da Cargill hoje, consolidando a planta da Cargill em Uberlândia com a mais importante do mundo. O Brasil supera as dificuldades próximo à Prefeitura e o Estado", destacou o governador de Minas, Aécio Neves.

O Chief Executive Officer da Cargill, Gregory Page fez questão de saudar o ex-governador de Minas, Rondon Pacheco e agradecer os funcionários da fábrica por acreditar no projeto. "O mundo está ansioso pelo crescimento. É um privilégio para a Cargill investir em Uberlândia". 
O presidente da Cargill no Brasil, Marcelo Martins enfatizou a parceria entre os governos municipal e estadual. "A expansão da nossa fábrica de Uberlândia é testemunho do crescimento sustentável do mercado de amidos no Brasil, da parceria singular que existe entre o setor privado e o governo do Estado de Minas e da importância da cidade como um grande pólo agroindustrial", disse.

Ainda de acordo com Marcelo Martins, a celebração da ampliação da fábrica de forma sustentável, com cogeração de energia, técnicas mais avançadas na área industrial e também em tratamento ambiental é testemunho do compromisso que a Cargill investe no País e em Uberlândia.

A expansão da fábrica mineira que começou em meados de 2008 levou 18 meses para ser concluída. Além da fábrica de amido e adoçantes, a unidade possui soja e a linha de acidulantes representada pelos produtos ácido cítrico, citrato de sódio e citrato de potássio.   
Atualmente cerca de 730 funcionários trabalham nas unidades de Negócio Amidos e Adoçantes, processamento de milho e ácido acidulante. Além do processamento de milho e de féculas naturais, produz soro de leite em pó e acidulantes. No segmento alimentício, fornece ingredientes para balas e confeitos, bebidas, lácteos, alimentos de conveniência e panificação, entre outros. No setor industrial produz insumos para as indústrias de papel, papelão, química, de fermentação, têxtil, mineração, entre outros.

A unidade de processamento de milho via úmida iniciou suas atividades no complexo industrial de Uberlândia em 1990. Nos últimos anos, sucessivos investimentos têm sido feitos para ampliação da capacidade de moagem, apropriação e adequação de seus produtos às exigências de clientes, aumento de produtividade, desenvolvimento de tecnologias, programas de melhoria de qualidade e segurança alimentar.

O milho é originado principalmente de Minas Gerais e de outros estados da região Centro-Oeste. Os principais produtos fabricados na unidade de Uberlândia são: amidos de milho alimentício e farmacêutico, amidos especiais, xaropes de milho (glucose, maltose e dextrose), óleo de milho extraído do gérmen e fibra e proteínas para ração animal

Alitéia Milagre
Secom PMU
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura