quinta-feira, 17 de maio de 2018

UberHub Mulher já é realidade no ecossistema de inovação de Uberlândia-MG

Mulheres unem forças e criam um movimento para atrair ainda mais o público feminino e a criação de negócios inovadores.

Mulheres unem forças e criam um movimento para atrair ainda mais o público feminino e a criação de negócios inovadores

Mulheres com diversas experiências profissionais uniram forças e, no dia 08 de maio, lançaram, oficialmente, em Uberlândia-MG, o movimento que propõem disseminar a cultura da inovação entre as mulheres: o UberHub Mulher. Em um coquetel realizado na Casa Garcia, no bairro Granja Marileusa, cerca de 100 pessoas abraçaram a novidade que chega para somar aos objetivos do UberHub - o ecossistema de inovação de Uberlândia.

O evento foi um grande sucesso e contou com a participação da vice-presidente do Grupo Algar, Eliane Garcia, a jornalista e escritora, Mônica Cunha, e a presidente do Conselho da Mulher Empreendedora da ACMinas e diretora de inovação da ABRH-MG, Alessandra Alkmim, que conduziu uma palestra inspiradora. “Eu já me sinto parte do UberHub Mulher e podem contar comigo. Nós mulheres temos um potencial enorme para empreender, temos um olhar diferenciado para os negócios e, portanto, nossa chance de sucesso não pode ser adiada ou cancelada por falta de coragem, desincentivo ou medo do novo”, salientou.

Segundo a coordenação do movimento, a primeira ação oficial do UberHub Mulher já sinalizou que esse grupo tem um futuro promissor. “Nós percebemos mulheres engajadas, em busca de conexão e novos conhecimentos. O movimento foi criado para apoiá-las e juntas traremos grandes conquistas para o ecossistema e, principalmente, para a realização pessoal e profissional de cada uma de nós”, pontua uma das fundadoras do UberHub Mulher.

Em pesquisa realizada após o lançamento com as convidadas presentes no evento, constatou-se o predomínio de empreendedoras que buscam informações sobre inovação para aplicar ao seu negócio. Os dados estão em sinergia com as ações do movimento, pois em sua programação constam atividades que visam estimular a criatividade, promover conexões e auxiliar na identificação de oportunidades para desenvolvimento e crescimento de negócios.

UberHub Mulher

O Uberhub Mulher surgiu em fevereiro deste ano. Após reuniões realizadas com diversas mulheres que atuam no ecossistema, veio a ideia de criar um movimento que pudesse ser perene e consistente para engajar o público feminino.

O propósito é apoiar, inspirar e capacitar mulheres para promover a inovação, empreendedorismo e tecnologia em Uberlândia. 

O que elas querem?

Estimular a presença das mulheres nas atividades promovidas pelo ecossistema e inspirá-las a buscarem conhecimento e empreenderem em carreiras e em negócios inovadores.

Quem participa?

O movimento UberHub Mulher tem como público-alvo empreendedoras de negócios inovadores, mulheres que já estão no setor de tecnologia e potenciais empreendedoras.

Um time composto por empresárias, consultoras de negócios, executivas e professoras universitárias conduz as atividades com apoio das entidades que já participam do ecossistema.

Para participar, basta que as mulheres interessadas acompanhem as atividades do UberHub Mulher por meio das redes sociais :
e-mail: contato@uberhubmulher.com.br e no hotsite do movimento que, em breve, estará disponível na página oficial do UberHub.

Érica Magalhães | MF

Convenção de Animês e Tokusatsus de Uberlândia

Nos dias 19 e 20 de maio acontece a Convenção de Animês e Tokusatsus de Uberlândia, Catsu, que é um evento da cultura popular japonesa inspirada nas convenções de desenhos animados (Animês) e seriados de heróis (Tokusatsus). Atuando desde 2008 em Uberlândia, a Catsu é o maior evento de animês da região do Triângulo Mineiro e atrai pessoas de todas as idades vinda várias cidades da região.

16ª edição da Catsu acontece nesse fim de semana
Divulgação
Esse ano, realizando a sua 16ª edição, o evento acontecerá no campus Marileusa da Uniube Uberlândia. A parceria entre Catsu e Uniube foi firmada em meados de fevereiro quando os organizadores do evento se mostraram interessados no espaço físico da universidade que, além de amplo, conta com rampas de acesso, auditórios e áreas verdes ideais para montagem das estruturas. 

O evento tem a finalidade de trazer cultura, conhecimento, diversão e entretenimento, por meio dos valores transmitidos às pessoas com atividades interativas, proporcionando-lhes lazer e conhecimento, criando a consciência da importância da socialização, respeito e fraternidade entre elas, contribuindo, assim, para a união dos jovens com a transmissão de valores importantes para a vida.

Segundo Tiago Souza, um dos organizadores do evento, a parceria sempre foi algo almejado pela Catsu. “Sempre visualizamos a parceria com a universidade como algo positivo e no ano de 2018, com a fixação no Campus Marileusa tivemos essa oportunidade”, afirma Tiago.

Para esse ano, espera-se um público de aproximadamente três mil pessoas, em sua grande maioria jovens entre 13 e 24 anos. Entretanto a programação é destinada a toda família. A Catsu se estende para além dos Animes e Tokusatsus, destinando-se a toda cultura Pop, Geek e asiática em geral, com comidas típicas, campeonatos, jogos, gincanas, shows, palestras; e a atração mais esperada por todos: o concurso cosplay.

Para o Pró-reitor Adjunto da Uniube Uberlândia, Marcos Tanner, a realização de um evento desse porte na universidade é a chance para trazer mais cultura, conhecimento e entretenimento para o espaço universitário, proporcionando a todos um ambiente saudável e de interação, aproveitando da melhor forma possível o espaço que o campus Marileusa pode oferecer. “O espaço do novo campus evidencia um ecossistema de inovação e empreendedorismo e a possibilidade de sediarmos eventos desse porte, só comprova que a Uniube está preparada para receber futuros congressos e feiras a níveis nacionais”, finaliza Tanner.

Rafael Leonel | Prelo

Dia Mundial da Doação de Leite Humano

Hospital Santa Genoveva doou cerca de 16 litros no ano passado 

É comemorado em 19 de maio o Dia Mundial da Doação de Leite Humano. A data tem como objetivo promover o aleitamento materno e sensibilizar a sociedade quanto à importância da doação do leite materno, além de promover debates sobre o assunto.

É comemorado em 19 de maio o Dia Mundial da Doação de Leite Humano
seeseehundhund/pixabay
Organização Mundial de Saúde (OMS) sugere que a amamentação deve ser exclusiva até os seis meses de vida, já que é a melhor maneira de oferecer ao bebê todos nutrientes necessários para seu desenvolvimento. Além disso, é extremamente vantajoso para a mulher, que além de fortalecer o vínculo afetivo entre mãe e filho, previne o câncer de mama e ovário.

De acordo com o portal da Rede Global de Bancos de Leite Humano, cada litro de leite materno doado pode alimentar por dia até dez recém-nascidos. Além disso, com o leite materno, os bebês prematuros têm a chance de ganhar peso mais rápido e ficam protegidos de infecções.

Segundo a Gestora do Serviço de Nutrição e Dietética e Lactário do Santa Genoveva, Carolina Malaquias Nascimento, o Hospital atua com o posto de coleta do leite humano atendendo todas as mães que fazem parto no local, com orientações em relação à importância da amamentação e sobre a doação do leite materno. “Quando as parturientes que recebem alta e a criança fica internada, realizamos o trabalho diretamente de orientação para que os bebês recebam preferencialmente o leite materno”, salienta.

“Em 2017 o Hospital Santa Genoveva doou, depois de amamentar os bebês que estavam internados, cerca de 16 litros de leite materno para o Banco de Leite do Hospital das Clínicas. Mas, para nós, amamentação é muito mais do que isso. É o momento de construção do afeto, independente da maneira como ela é feita!, finaliza Carolina. 

Como fazer a coleta do leite

1- Prepare um frasco de vidro com tampa plástica e ferva-o por cerca de 15 minutos, deixe escorrer. Só utilize quando estiver seco.

2- Prepare-se para retirar o leite. Escolha um local limpo e tranquilo, prenda os cabelos com uma touca e lave bem as mãos.

3- No momento da ordenha, massageie os seios de maneira circular. Depois, caso não tenha a bombinha, comprima um dedo contra o outro várias vezes até o leite começar a sair. Despreze os primeiros jatos e inicie a coleta no frasco.

4- O armazenamento do leite deve ser feito no congelador por até 15 dias.

5- Leve o leite armazenado até o banco de leite mais próximo ou solicite a coleta domiciliar.

Ana Carolina Amorim | Prelo

domingo, 11 de março de 2018

A água para reabilitação física

O instituto VIRTUS é uma ONG especializada em tratamentos a partir da água como condutora de bem estar e maior aderência dos medicamentos. 

A hidroterapia alia, jatos de água para estimular a reabilitação das pessoas com deficiências e o instituto está com vagas abertas para esse tratamento.

O instituto VIRTUS é uma ONG especializada em tratamentos a partir da água

Hidroterapia para pessoas com deficiência
diariamente a partir das 8h
Rua Mauá, 856
bairro Bom Jesus
Informações com a coordenadora, Viviane (34) 9-91914581

via Gadis

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Suporte a dependentes químicos

O Grupo Salva Vidas é uma organização não governamental sem fins lucrativos que acolhe dependentes químicos proporcionando a ressocialização, inserção social e emancipação.

Grupo Salva Vidas é uma organização não governamental sem fins lucrativos que acolhe dependentes químicos

Apoio na ressocialização dos associados
Sexta-feira: 02/fevereiro
Gratuito
Rua Judá, 618 - Jardim Canaã
Uberlândia

Informações com:

Alexia Dias - 34-9-9322-6952
Lilia Morais - 34-9-9259-0809

via Gadis