terça-feira, 15 de setembro de 2009

Zona rural recebe 2ª etapa da vacinação contra poliomielite

A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite, na zona rural, teve início nesta terça-feira (15), no Assentamento Tangará, a cerca de 30 quilômetros de Uberlândia. Vários pais levaram seus filhos para tomar as gotinhas e aproveitaram para atualizar seus próprios cartões e os dos filhos mais velhos.

Maria Aparecida dos Santos, coordenadora da Central de Imunização, da Secretaria Municipal de Saúde reforça que todas as crianças com menos de 5 anos tem que ser vacinadas. "Nosso objetivo é aumentar a imunidade de nossas crianças para evitar a doença. Hoje, o Brasil erradicou a poliomielite infantil, mas ainda temos no mundo. Enquanto existir um caso de paralisia infantil no mundo, o Ministério da Saúde vai manter esta campanha", disse.

O produtor rural Carlos Henrique Borges dos Reis, que vive no Assentamento Tangará, levou seu filho Carlos Henrique Borges dos Reis Júnior, de um ano e dois meses, para ser vacinado. "É importante que o cartão de vacina da criança esteja atualizado para que ela não tenha doenças. Tenho mais dois filhos, com mais de quatro anos de idade e sempre me preocupei em vaciná-los", destacou.

A dona de casa Ariele Gonçalves de Melo, também imunizou o pequeno Pedro Henrique Gonçalves da Silva, de um ano e sete meses. "É para ele crescer sadio e forte. Todos os pais e mães devem fazer isso", ressaltou.

            Para os adultos, Maria Aparecida dos Santos dá um recado. "Estamos aproveitando este momento para atualizar não só a vacina da Pólio, mas também as outras. A população também vai poder se vacinar contra hepatite B, rubéola, febre amarela, enfim, todas as vacinas que fazem parte do Calendário Básico de Vacinação da Criança e do Adulto", disse.

            Há dez anos o pedreiro José Ilson Pereira, de 39 anos, não tomava vacina e aproveitou para receber doses contra difteria e tétano (Dupla Adulto), sarampo e rubéola (Dupla Viral) e Febre Amarela. "Não tinha nem cartão de vacina, mas sei que é importante para evitar doenças graves", disse.

            O índio Alcebíades Bezerra da Silva, da Reserva Indígena Xacriaba, foi outro que aproveitou para atualizar seu cartão. "Sempre indicaram que tomássemos as vacinas para ficar com a saúde em dia. Eu sempre me preocupei com isso", finaliza.

 

Vacinação na zona urbana será dia 19

 

Na zona urbana, a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliono será no dia 19. A dose é de graça e será oferecida em toda a Rede Municipal de Saúde, formada pelas Unidades de Atendimento Integrado (UAIs), Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e Programas Saúde da Família (PSFs). A vacinação será realizada também nos terminais de ônibus, na praça Tubal Vilela, no Center Shopping e em grandes redes de supermercados.

Durante a primeira etapa, realizada em junho, em Uberlândia foram vacinadas 40.963 crianças, com idade entre 0 e 4 anos. O número representou 95,32%, das 42.973 crianças, na mesma faixa etária, residentes no Município e na zona rural. O Ministério da Saúde recomendava que fossem vacinadas no mínimo 95%. Foram vacinadas 8.666 crianças (109%) com menos de 1 ano de idade e 32.297 (92%) com idade entre 1 e 4 anos.


Marden Rangel

Secom PMU

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura