sábado, 14 de maio de 2011

Viva a Vida promove o 11º Arraial D'Ajuda em Uberlândia

Evento será realizado no dia 21 deste mês, às 20h, na sede da AABB

 

O mês é maio, mas já está aberta em Uberlândia a temporada de festas juninas que reverenciam São João, Santo Antônio e São Pedro. O lar "Viva a Vida" de amparo as crianças vítimas de violências, organização sem fins lucrativos, promove no próximo dia 21 deste mês, a partir das 20h, a 11ª edição do Arraial D'Ajuda. Quem comparecer ao evento poderá, além de contribuir com a entidade, saborear deliciosas comidas típicas, como canjicada, pipoca, milho cozido, amendoim, quentão, caldos e muito mais. E preparem as pernas, porque o arrasta-pé vai rolar solto. Este ano, para animar a festança, o evento contará com a apresentação de diversos cantores sertanejos e de outros gêneros musicais da cidade e região.

O Arraial D'Ajuda, evento que conta com o apoio de dezenas de voluntários, que atuam tanto na venda de ingressos, produção das comidas típicas quanto no atendimento nas barraquinhas, será realizado na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), na avenida Lidormira Alves do Nascimento, s/n, bairro Shopping Park, região sul da cidade.  O valor da entrada é R$ 20. Crianças de até 12 anos não pagam ingresso. Vale lembrar que toda a renda arrecadada com bilheteria e produtos comercializados durante o evento será utilizada na manutenção da entidade durante os próximos 12 meses.

 

Lar Viva a Vida

Fundado em abril de 2001, o lar "Viva a Vida" de amparo ao menor nasceu da idéia de um grupo de moradores de Uberlândia que tinham o objetivo em comum de melhorar a qualidade de vida das crianças vítimas de violências de quaisquer natureza, oferecendo-lhes amparo, acompanhamento psicológico, noções de respeito e cidadania, buscando prepará-las para uma vida mais digna e melhor.  Durante estes 10 anos de existência a entidade tem prestado atendimento a crianças com grande necessidade de segurança e acolhimento. A equipe de voluntários do "Viva Vida" presta serviços de apoio psicológico, assistência médica e odontológica, sem a pretensão de substituir a família, mas com o intuito de oferecer uma estrutura física adequada, cuidados básicos, acesso à educação, além de carinho e apoio emocional, buscando suprir tudo o que uma criança necessita para se desenvolver. Todas as crianças que recebem os cuidados da entidade frequentam a escola e os que ainda não estão em idade escolar estão em creches para desenvolver o convívio social com outras crianças da mesma faixa etária.

 

Lucas Barbosa | Engenho & Arte

-- 
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa