segunda-feira, 14 de julho de 2014

Serviços da Prefeitura estarão presentes na Semana da Família Rural

Entre os dias 15 e 18 de julho, acontece a 26ª Semana da Família Rural, na Fazenda Sobradinho, que fica na Rodovia Neuza Rezende, a 14 quilômetros do Distrito Industrial de Uberlândia. O evento é promovido pelo Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) e conta com a parceria da Prefeitura de Uberlândia e diversas instituições da cidade.

Iniciado quando o IFTM era ainda a Escola Agrotécnica, o evento é considerado um dos maiores programas de extensão do instituto, já que visa a levar informações e capacitação aos produtores rurais e seus núcleos familiares. As secretarias municipais  e autarquias estarão presentes com estandes de orientação e apresentação dos programas desenvolvidos à população das áreas urbana e rural.

As pastas de Agropecuária e Abastecimento e de Saúde, através do Núcleo das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, Associação das Plantas Medicinais de Uberlândia e Associação e Rede Fitocerrado levarão o curso de Manipulação de Sabonete Artesanal Medicinal e outro de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde com ênfase em Plantas Medicinais. A Secretaria de Agropecuária e Abastecimento ainda irá promover um curso sobre o aproveitamento integral dos alimentos (folhas, talos e sementes).

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda distribuirá material educativo sobre DST/AIDS e realizará aferição de pressão, testes de glicemia capilar e atualização do cartão de vacina. Já a Agropecuária e Abastecimento também divulgará o programa de piscicultura.

O Procon estará presente com orientação jurídica e o Desenvolvimento Social e Trabalho fará inscrições de interessados em participar do Pronatec e de pessoas que se enquadram nos critérios dos programas sociais. A Secretaria de Meio Ambiente distribuirá mudas e a de Serviços Urbanos fará a limpeza do local.

Fossa séptica para propriedades rurais

De bastante interesse dos produtores rurais, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) vai apresentar o projeto da fossa séptica sustentável, desenvolvida pela equipe do Programa Buriti que emprega como uma das matérias primas pneus descartáveis. O projeto das fossas foi desenvolvido para atender famílias selecionadas nos assentamentos da reforma agrária, mas a técnica de construção está disponível para qualquer produtor interessado.

Atualmente, segundo dados da Secretaria Municipal de Agropecuária e Abastecimento, parceira do Dmae no projeto que beneficia agricultores dos assentamentos rurais, 96% dos produtores familiares do município não dispõem de fossas sépticas, utilizando as fossas negras, buracos escavados no solo para os quais são encaminhados os esgotos domésticos.

Já a fossa séptica é um recipiente fechado, no qual os dejetos não entram em contato direto com o solo e o lençol freático. Dentro dela, ocorre a digestão anaeróbica da matéria orgânica, separando água, lodo e gás metano. O gás é eliminado para a atmosfera, o lodo fica retido na fossa e a água é filtrada e depois lançada no solo.

via Secom PMU