sexta-feira, 21 de outubro de 2016

1º Encontro Mineiro de Observatórios Sociais

Com o objetivo de reunir e compartilhar experiências e boas práticas de observatórios de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, o Observatório Social do Brasil (OSB) e o Observatório Social de Uberlândia realizam nos dias 21 e 22 de outubro o 1° Encontro Mineiro de Observatórios Sociais e 3° Encontro dos Observatórios Sociais do Sudeste. O evento, que acontece no Hotel San Diego Suítes, é gratuito e possui programação aberta ao público.

A abertura do encontro será na sexta-feira (21/10), às 19h, com a palestra “10 Medidas Contra a Corrupção”, apresentada pelo do Procurador da República em Uberlândia, Leonardo Macedo. 

A programação continua no sábado (22/10), com palestras sobre compras governamentais para pequenos negócios, integridade para os pequenos negócios e indicadores da gestão pública. Para participar das atividades basta comparecer no Hotel San Diego Suítes - Avenida Rondon Pacheco, 3500 – Bairro Santa Maria.

Confira a programação

1° Encontro Mineiro de Observatórios Sociais e 3° Encontro dos Observatórios Sociais do Sudeste

21 de outubro
Abertura – Palestra: 10 Medidas Contra a Corrupção, com o Procurador da República em Uberlândia, Leonardo Macedo 
Horário: 19 horas 

22 de outubro
Palestra: Compras Governamentais para Pequenos Negócios, com Nilson Pereira Borges do Sebrae MG
Horário: 8h30

Palestra: Integridade para os Pequenos Negócios - Lei Anticorrupção, com Roni Enara, coordenadora do OSB, Gilberto Socoloski, do Sebrae Nacional, e Renata Figueiredo, do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) 
Horário: 10 horas

Palestra: Indicadores da Gestão Pública, com Adriano Strassburguer, do OSLajeado, e Roni Enara, coordenadora do OSB
Horário: 11 horas

Sobre o Observatório Social

O Observatório Social é um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Sobre o Observatório Social de Uberlândia

O Observatório Social de Uberlândia foi fundado em 2015 por iniciativa do G7, formado pela Associação Comercial e Industrial de Uberlândia – ACIUB, Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL Uberlândia, Conselho dos Veneráveis do Triângulo, FIEMG – Regional Vale Paranaíba, OAB – 13ª Subseção Uberlândia, Sindicato Rural de Uberlândia e Sociedade Médica de Uberlândia.

Sobre o Rede OSB

O OS Uberlândia é integrante da rede OSB, que são Observatórios Sociais organizados em rede e coordenados pelo Observatório Social do Brasil (OSB), que assegura a disseminação da metodologia padronizada para atuação dos observadores, promovendo a capacitação e oferecendo o suporte técnico aos OS’s, além de estabelecer as parcerias estaduais e nacionais para o melhor desempenho das ações locais.

A Rede OSB está presente em mais de 100 cidades, em 19 Estados brasileiros. São mais de dois mil voluntários trabalhando pela causa da justiça social, contribuindo para a economia dos recursos públicos nas cidades onde os Observatórios Sociais atuam. Segundo informações do OSB, estima-se que nos últimos três anos, com a contribuição desses voluntários, houve uma economia de mais de R$ 1,5 bilhão para os cofres municipais. Ainda de acordo com o OSB, mais importante não são estes números, mas a nova cultura que está se formando: da participação do cidadão de olho no dinheiro público.

Sérgio Gouvêa | GA