quarta-feira, 4 de abril de 2012

Uberlândia participa do workshop do TIM ArtEducAção

Cerca de 70 profissionais participaram de oficinas de maquiagem, iluminação, figurino, cenografia e adereçaria

Ampliar o olhar para a construção dos espetáculos, trocar ideias e experimentos, aprender sem limites de ousar. Esses foram os objetivos do Workshop do TIM ArtEducAção, que levou cerca de 70 profissionais das 12 cidades atendidas pelo programa para participarem das oficinas de maquiagem, figurino, cenografia, adereçaria e iluminação. O encontro, que contou com a presença dos envolvidos com o programa em Uberlândia, aconteceu nos dias 30 e 31 de março no Centro de Produção Técnica da Fundação Clóvis Salgado, na Vila Marzagão, em Sabará (MG). Para os articuladores e oficineiros do TIM ArtEducAção, foi uma excelente oportunidade de aprendizado e de reciclagem das habilidades artísticas.

Nos workshops é que se desenvolve o olhar para a produção e construção de um espetáculo. O deste ano foi um complemento das atividades iniciadas no workshop de 2011. "O primeiro workshop realizado no Marzagão, em 2011, foi um sucesso. A possibilidade de ampliar os conhecimentos neste ano encantou ainda mais os profissionais que lidam com a arte e a cultura. A continuidade, quando dinâmica, só tem a enriquecer ainda mais o aprendizado", diz Marcelo Soares de Andrade, idealizador e coordenador do TIM ArtEducAção.

Como novidade, este ano o treinamento trouxe atividades de arte digital a fim de preparar ainda mais os arte-educadores para a nova oficina de ArtEducAção Digital, que será implantada em todos os municípios em 2012. "A expectativa dos articuladores e oficineiros em relação à oficina de ArtEducAção Digital foi imensa e gratificante. Trabalhamos com eles em três momentos: dando exemplos de trabalhos de arte digital, exercícios criativos para estimular o interesse sobre o tema, e uma introdução à gramática do audiovisual, que transita pelo mundo das artes e pelo universo da tecnologia", explica a coordenadora da oficina, Renata Alencar.

Para o articulador do programa em Uberlândia, Fernando Narduchi, a qualificação dos profissionais é muito importante para o sucesso do programa.  "É mais uma oportunidade de trabalharmos a integração, o senso de unidade, a troca de ideias e o intercâmbio de culturas e realidades, os pontos fortes do TIM ArtEducAção", conta Fernando.

Novidade em 2012
Aliar tecnologia e arte, e assim, proporcionar aos alunos novas formas de enxergarem e documentarem as mais diversas manifestações culturais. Essa é a proposta da nova oficina de ArtEducAção Digital, que o Programa TIM ArtEducAção levará às 12 cidades participantes. "Queremos ampliar o olhar artístico na vida digital dos alunos. Trazer a tecnologia para discussão como ferramenta para leitura, produção de textos e interpretação de imagens", explica o idealizador e coordenador do Programa, Marcelo Soares de Andrade.

A oficina será o registro audiovisual das manifestações artísticas captadas pelos alunos através de equipamentos de mídias móveis como câmeras de celulares, portáteis e amadoras. "A ideia é que os jovens criem narrativas audiovisuais utilizando os dispositivos móveis de comunicação", diz a coordenadora da oficina e do curso de Pós-Graduação Processos Criativos em Palavra e Imagem da PUC Minas, Renata Alencar.

Segundo a coordenadora, algumas das atividades da oficina serão as criações de microdocumentários das cidades e a documentação de pílulas videográficas dos processos de criação das mostras artísticas, como o registro das demais oficinas oferecidas, ensaios e a concepção dos espetáculos. "Dessa forma é possível formarmos uma rede de percepções através das narrativas particulares apresentadas", ressalta Renata Alencar.

Para Marcelo Andrade, o mundo digital irá se somar às demais artes e, nunca, substituir. "A oficina ArtEducAção Digital irá interagir a linguagem tecnológica que o jovem gosta com todas as demais modalidades artísticas. Mostraremos a eles o que essa nova linguagem digital pode acrescentar em suas vidas. Ampliar o olhar, enriquecer", define o idealizador do Programa.

"A trajetória do TIM ArtEducAção, ao longo desses últimos 11 anos, converge com o histórico de investimento social realizado pela operadora em Minas Gerais. Durante esse tempo, foram inúmeras as transformações sociais e oportunidades criadas por meio da nossa parceria e das quais nos orgulhamos de participar diretamente", observa Fernando Mota, diretor Consumer da TIM para Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Desenvolvido em parceria com as Prefeituras dos municípios através das Secretarias de Cultura e Educação, o TIM ArtEducAção está presente em Araxá, Barbacena, Governador Valadares, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Poços de Caldas, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Varginha e Viçosa. Realizado desde 2001, o Programa tem obtido resultados positivos nas cidades mineiras beneficiadas pela iniciativa. O Programa é coordenado pela ONG Humanizarte e patrocinado pela empresa TIM por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Mariana Matoso | Rede
--
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO