terça-feira, 20 de março de 2012

Uberlândia recebe conceito A pela Firjan em gestão fiscal

A Prefeitura de Uberlândia é um dos poucos órgãos públicos municipais que desenvolve uma boa administração, o que leva a cidade a ocupar o restrito grupo dos 2% de cidades brasileiras com excelência de gestão fiscal. Isso é o que aponta a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) por meio do Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF). Elaborado com dados oficiais declarados pelos municípios à Secretaria do Tesouro Nacional, o estudo está em sua primeira edição e traz informações de 2010 e comparativas com os anos de 2006 até 2009.

Foram avaliadas 5.266 cidades brasileiras, onde vivem 96% da população. Cada município é classificado com conceitos A (Gestão de Excelência, acima de 0,8001 pontos), B (Boa Gestão, entre 0,6001 e 0,8), C (Gestão em Dificuldade, entre 0,4001 e 0,6) ou D (Gestão Crítica, inferiores a 0,4 pontos).

Nesta primeira edição do levantamento, edição 2012 - ano base 2010, Uberlândia obteve conceito geral A, com 0.8064 pontos. Dos cinco critérios avaliados, a cidade conseguiu pontuação A nos quesitos de Receita Própria, Gastos com Pessoal e Investimentos e classificação B em Liquidez e Custo da Dívida. A capital mineira, por sua vez, obteve o conceito geral B, com 0.6902 pontos.  

Para o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, o resultado deste índice é mais uma comprovação da qualidade das ações promovidas pelo governo municipal. "Estrear num estudo de âmbito nacional, já com a pontuação máxima, significa que a nossa administração tem sido feita no mais elevado nível. É um trabalho que temos conseguido fazer graças à dedicação de todos os envolvidos nos serviços municipais, pois todo trabalho bem feito na Prefeitura se reverte no bom atendimento à população", afirmou.   

Educação, saúde e emprego e renda também foram reconhecidos
Além de ter sido bem avaliada na área de gestão fiscal, Uberlândia também é considerada uma cidade desenvolvida nas áreas de Educação, Saúde e Emprego e Renda, de acordo com um outro estudo realizado pela Firjan, o Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM). Na edição de 2011, que tem como referência o ano de 2009, Uberlândia foi classificada em primeiro lugar em Minas Gerais, com índice de desenvolvimento alto (IFDM de 0,8597). A área melhor pontuada foi a de Saúde (0,9150), seguida por Emprego e Renda (0,8496) e Educação (0,8146).

Secom PMU
--
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO