segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Câmara fecha 2011 com saldo positivo

Vereadores da Câmara Municipal de Uberlândia encerraram o ano Legislativo de 2011 no dia 22 de dezembro, com saldo positivo, segundo o presidente da Casa vereador Vilmar Resende (PP). Foram aprovados: Projetos de Lei Complementar: do prefeito: 15 e dos vereadores: 03. Projetos de Lei Ordinária: do prefeito: 246 e dos vereadores: 112. Projeto de Resolução, de autorias de vários vereadores: 01, fixando os subsídios fixos dos legisladores para a próxima legislatura. Um total de 370 projetos aprovados, sem contar os de quinta-feira passada. O reajuste salarial de 15% dos servidores públicos municipais, aprovado na quinta-feira passada, dia 22, na Câmara Municipal de Uberlândia, deverá gerar um impacto anual de R$ 56,8 milhões no orçamento municipal. As informações foram do líder do prefeito Odelmo Leão no Legislativo, vereador Wilson Pinheiro (PTC). O reajuste passa a vigorar a partir de 1º de janeiro e vai alcançar aproximadamente 15 mil servidores, além de aposentados e pensionistas do Ipremu. Em nota oficial, Odelmo Leão afirmou que o reajuste acumulado, de 2005 a 2012, será de 94,40%, o que representará um ganho real de 95,54% em relação ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Subsídio do Executivo
Os subsídios fixos do Executivo para a próxima legislatura também foram votados durante a sessão extraordinária da Câmara Municipal na quinta, 22, lembrando que o projeto não é de reajuste salarial, nem de aumento de vencimentos, pois a Constituição Federal determina que a exemplo dos próximos vereadores (2013-2016) o Legislativo fixe também os vencimentos do prefeito, vice e secretários municipais. A partir de 2013, em Uberlândia, o subsídio do prefeito crescerá, em relação ao atual, 10,15%, saindo de R$ 18 mil para R$ 20 mil, mais 100% de verba de representação. Já o vice-prefeito receberá R$ 15 mil, salário 3,26% maior do que o atual, além da verba de representação que é de 50%. O reajuste dos futuros secretários, que hoje e ainda receberão ao longo de 2012, R$ 10.884, passará para R$ 12,5 mil.

Novas EMEI's
Graças também ao trabalho dos vereadores no dia 22, quinta-feira, durante a última sessão do ano, Uberlândia ganhará cinco novas Escolas Municipais de Ensino Infantil (EMEI). De acordo com projeto do prefeito Odelmo Leão, aprovado pela Câmara, serão construídas escolas para crianças de quatro meses a cinco anos de idade nos bairros Mansour, Seringueiras, Shopping Park e Taiaman e que deverão iniciar suas atividades ainda em 2012, último ano da atual administração.

via Comunicação/CMU
--
FarolCom | Coletivo de Imprensa
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO