quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Programas da Prefeitura são destaques no seminário "Cidadãos do Amanhã"

Com o tema "Cidadãos de Amanhã", foi realizada nesta terça-feira (20), na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a abertura do Seminário da Rede da Criança e Adolescente de Uberlândia. O evento acontece até quarta-feira (21) e conta com a parceria da Prefeitura de Uberlândia, Ministério Público, Vara da Infância e Juventude, Tribunal de Justiça, Polícia Militar, Superintendência Regional de Ensino e Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF).

A secretária municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), Iracema Barbosa Marques, esteve presente representando o prefeito Odelmo Leão. Ela ressaltou que a garantia dos direitos das crianças e adolescentes tem sido prioridade nas ações desenvolvidas pela administração municipal. "O prefeito Odelmo Leão é extremamente sensível a este assunto e sempre reforça que as ações desenvolvidas na Secretaria sejam ampliadas para atender as crianças e os adolescentes do Município", enfatizou.

Na abertura foi apresentado ao público, como referência de atendimento às crianças e adolescentes, o trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia nos BemSocial Núcleo de Apoio Integral à Criança e ao Adolescente (Naica). Atualmente 1.695 crianças e adolescentes (na faixa etária entre 6 a 15 anos) são atendidas em caráter preventivo no período extra-escolar, através de atividades socioeducativas.

 Durante os dois dias do evento gestores públicos, técnicos, educadores, estudantes, conselheiros tutelares e de direito, promotores, juízes e população em geral participarão de palestras e debates. No encontro serão discutidos temas como juventude, família, escola e paz para formar cidadãos conscientes.

O procurador da Justiça em São Paulo, coautor do anteprojeto do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), Paulo Afonso de Paula, ministrou a palestra "O Sistema Normativo e os Direitos e Deveres da Criança e do Adolescente". Durante a apresentação, ele lembrou que muitos avanços foram conquistados desde a criação do ECA. "Uma das áreas que mais avançamos foi o direito social. O direito às creches, pré-escola e ensino fundamental são algumas das conquistas vindas por meio do Estatuto" afirmou.

O coordenador pedagógico do Centro de Estudos do Ministério Público, Gregório Assagra, lembrou que os direitos das crianças e dos adolescentes são assegurados também graças às parcerias entre os poderes públicos. "As parcerias são fundamentais para que as crianças e os adolescentes tenham verdadeiro acesso à justiça. O trabalho não pode ser isolado, tem que ser cooperativo. Percebemos que em Uberlândia estamos progredindo devido o comprometimento da Prefeitura que sempre está ao nosso lado" completou.

O quê: Seminário "Cidadãos do Amanhã – Rede da Criança e do Adolescente de Uberlândia"
Quando: Terça e quarta-feira (20 e 21 de setembro)
Onde: Salão da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Uberlândia (CDL) - Avenida belo Horizonte, 1.290

Confira a programação:

Quarta-feira (21)
8h – Palestra "Garantia de Direitos num País onde o Futuro Parece que Chegou", com Léo Voigt (sociólogo e mestre em Ciência Política)

9h45 – Palestra "Crianças e Adolescentes em Situação de Acolhimento Institucional", com Yara Sayão (psicóloga no Serviço de Psicologia Escolar da Universidade de São Paulo - USP)

12h- Almoço

14h – Palestra "Consultório de Rua: Uma Possibilidade de Encontro", com Cristina Leles da Silva (coordenadora do Cnsultório de Rua da Secretaria Municipal da Saúde de Uberlândia, psicóloga)

16h – Mesa temática II:  "Conhecendo a Rede de Proteção à Criança, ao Adolescente e à Família" com:

*Marlene Aparecida Carrijo (coordenadora do Comissariado da Infância e da Juventude de Uberlândia, com bacharelado em Direito) – "Atuação do Comissariado da Infância e da Juventude: Experiência de Uberlândia";

*Dulce Spirandelli de Paula Carvalho (conselheira tutelar de Uberlândia e psicóloga) – "Políticas Públicas para Programas de Atendimento às Famílias";

*Ivete Cristina de Sousa (analista educacional da rede Estadual de Ensino, psicopedagoga e mestranda em Educação) – "O Aluno Autista na Sala de Aula Comum: Estudo de Caso";

*Maria Isabel de Araújo (coordenadora do Núcleo de Apoio às Diferenças Humanas – NADH, setor de Educação Especial da Prefeitura Municipal de Uberlândia, com mestrado em Magistério Superior) – "Rede de Apoio da Educação Especial no Município de Uberlândia".

18h – Encerramento oficial com apresentação artística da Polícia Militar

via Secom PMU
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
rede web de informação e cultura