terça-feira, 28 de setembro de 2010

Estudantes podem se inscrever até 15 de outubro para participar do IV Congresso da Juventude

Estudantes de 14 a 24 anos que se queiram discutir assuntos ligados ao seu dia-a-dia, podem se inscrever no IV Congresso da Juventude. Promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), o evento acontecerá no dia 4 de novembro, das 7h às 12h, na Arena Tancredo Neves (Sabiazinho).

 

Até 15 de outubro, integrantes do Núcleo de Apoio ao Jovem da Sedest visitarão as redes públicas e privadas de ensino de Uberlândia para explicar a importância do Congresso, convidar os estudantes e fazer a inscrição dos interessados. "A expectativa é que o evento reúna mais de 2.500 jovens. Queremos que, através do conhecimento, eles ampliem sua visão da realidade e possam contribuir para a construção de uma sociedade mais consciente", explicou Iracema Barbosa Marques, secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho.

 

No dia do evento, os inscritos serão divididos em grupos para a discussão de temas sugeridos para esta edição do Congresso da Juventude, como: "Políticas Públicas e Juventude", "Bulliyng – Violência nas Escolas" e "Profissão: Sucesso e Prestígio". "Durante o ano procuramos saber quais são os temas importantes que eles querem debater e tentamos sempre que possível levá-los para o Congresso da Juventude", expôs Iracema.

 

Importância

 

A quarta edição do Congresso da Juventude é realizada com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Ministério Público e Vara da Infância e Juventude.

 

Para Epaminondas da Costa, da Promotoria da Infância e Juventude, este evento é importante, pois faz com que os jovens se aproximem, conheçam diferentes realidades e façam sugestões para melhorar seu dia-a-dia. "Ali, eles também podem discutir o que vivenciam com a família, com a escola, com a comunidade e sugerir ótimas alternativas relativas ao seu presente e seu futuro. Infelizmente, muitas vezes, nós adultos, tomamos iniciativas acreditando que serão benéficas para a juventude, sem sequer ouvi-los. E é neste tipo de Congresso que podemos mudar este conceito. Eles têm ideias que produzem resultado e que contribuem para mudanças sociais. Isso é democracia", disse.

 

Resultados

 

Em 2009, a terceira edição do Congresso da Juventude reuniu mais de dois mil jovens de 100 escolas. "Eles discutiram assuntos como drogas, criminalidade, mercado de trabalho, sexualidade e relacionamento familiar. Todas as sugestões foram levadas para o prefeito Odelmo Leão e neste ano, como em todo os outros, vamos apresentar o que é feito pela juventude da nossa cidade", ressaltou Iracema Barbosa Marques.


Secom PMU

-- 
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa