sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Comunicação é tema de palestra na Fiemg

Segundo o filósofo e economista austríaco, considerado como o pai da administração moderna, Peter Drucker, 60% dos problemas de uma empresa se dão pela falha na comunicação entre colaboradores 
 
A comunicação, desde os primórdios, é um instrumento de integração, instrução, troca mútua e desenvolvimento entre as pessoas em qualquer atividade. Porém, o novo milênio vem exigindo cada vez mais da capacidade do ser humano de se comunicar, sendo a forma como nos comunicamos a ferramenta mais importante no processo de expansão das organizações em todo o mundo. 
 
"Cada pessoa pensa como pode". Foi citando Mário Quintana que a jornalista e apresentadora há mais de 12 anos do programa Pessoas de Negócio, Inácia Soares, iniciou a palestra "Onde começa a comunicação termina a confusão" para os colaboradores da Fiemg Regional Vale do Paranaíba nesta quinta-feira (23).
 
De acordo com a jornalista, as pessoas têm razão para serem como são e também para não serem como outros querem que elas sejam. Outro ponto importante tratado por Inácia foi a Forma e a Intenção. "Muitas vezes, as pessoas têm uma boa intenção, mas a forma com que transmitem sua informação é errada causando desconforto para quem recebe. Em outras situações, a pessoa tem toda a forma, treinou em casa, mas as intenções não são as melhores", acrescenta.
 
Segundo Inácia, 55% da boa comunicação se dá através da forma com que as pessoa falam, 38% é pelo tom de voz e somente 7% é de fato pelo conteúdo passado. Quando as pessoas não seguem esse padrão, vários ruídos são criados. Esses ruídos na comunicação podem causar transtornos no ambiente de trabalho. Segundo o filósofo e economista austríaco, considerado como o pai da administração moderna, Peter Drucker, 60% dos problemas de uma empresa se dão pela falha na comunicação entre colaboradores. "A comunicação de uma empresa (ou pessoa) revela os valores que ela cultiva e preserva", completa a apresentadora do programa Pessoas de Negócio exibido nas manhãs de domingo na Band.
 
Os colaboradores da Fiemg Regional, que vieram de Araxá, Araguari, Uberaba, Patrocínio, Patos de Minas, ituiutaba, Monte Carmelo e Uberlândia para a palestra, ficaram atentos a todas as palavras e dicas da jornalista. "Tudo que ela falou foi bem produtivo. A ação proposta deveria ser constante não só dentro da empresa, mas na comunidade, na família de cada um que participou dessa palestra. Vou tentar colocar em prática tudo que ela me indicou", comenta a assistente administrativa da Fiemg Regional em Uberaba, Alicelena Fernandes.
 
De acordo com a atendente do Senai Roosevelt de Uberlandia, Andreia Gonçalves, a palestra a motivou a mudar certos hábitos. "Às vezes, me expresso de maneira errada e posso dar a entender o que eu não quero. Prestei bastante atenção em tudo o que a Inácia falou para que a partir de agora eu possa melhorar os meus atendimentos", completa.
 
O evento foi finalizado com um almoço de confraternização entre todos os colaboradores que participaram da palestra.
 
Karen Cardoso | Serifa
-- 
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa