segunda-feira, 19 de julho de 2010

Noções de ética, cidadania e respeito são repassadas durante atividades na Transitolândia

Desde o dia 16 de julho, crianças a partir de 5 anos de idade podem participar das atividades da Transitolândia sem precisar agendar previamente. Realizado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran), o projeto contempla campanhas e ações envolvendo noções básicas de segurança no trânsito, proporcionando a formação de condutores, pedestres e passageiros mirins.

 

"Até o dia 8 de agosto, não é preciso marcar para visitar a pista. Avós, pais e responsáveis podem trazer os pequenos das 8h às 11h e das 14h às 17h todos os dias da semana, inclusive aos sábados e domingos. Em período letivo as escolas devem agendar a participação dos alunos pelo telefone 3230-7406", expôs Patrícia Vilela, responsável pelas ações de educação para o trânsito da Settran.

 

As crianças que passarem pela Transitolândia, que fica ao lado do parque infantil "Mundo da Criança" no Parque do Sabiá, participam de uma palestra sobre cuidados no trânsito e podem exercitar os ensinamentos em um passeio pela minicidade montada no local.

 

"Temos 50 bicicletas disponíveis, além de capacetes e o apoio de uma equipe composta por 25 agentes de trânsito e colaboradores. Depois de conferir a parte teórica, os meninos e meninas podem colocar em prática as regras de segurança que aprenderam, passando pelo circuito especialmente montado. Placas de trânsito, faixas de pedestres e semáforos ilustram o ambiente que eles veem nas vias, os ajudando a assimilar o conteúdo", explicou Marcus Mendes Marques, agente de trânsito que trabalha há quatro anos na Transitolândia.

 

Segundo Mendes, a equipe do setor de Educação para o Trânsito mostra para os pequenos visitantes que eles já são condutores, passageiros e pedestres. "Eles já andam de bicicleta, passeiam com os pais no banco de trás de um carro e atravessam as ruas da cidade. Por isso este trabalho é tão importante: mostramos a questão da ética, da cidadania e do respeito. Não jogar lixo na pista, saber compartilhar o espaço da via com os coleguinhas, utilizar os equipamentos de segurança, preservar a vida e diversas outras noções básicas são passadas durante o período em que as crianças participam do circuito", destacou.

 

Para o agente, este tipo de informação é uma semente plantada. "A Transitolândia é um projeto de prevenção que tem resultados incríveis. Quando as crianças descobrem a importância dos cuidados no trânsito, passam a cobrar dos pais e a valorizar comportamentos como o uso do cinto de segurança, do capacete e o respeito a velocidade permitida. Nós acreditamos que é nas crianças e nos adolescentes que será feita a mudança de conceitos, abrindo caminho para paz social. A prevenção é um bem inegociável", disse.

 

O estudante Fabiano Castro de Figueredo Junqueira, acordou cedo para levar dois primos para conhecer o circuito. "Eles moram em Uberaba e vão passar uma semana em Uberlândia. A atração que eu escolhi para este dia foi o Parque do Sabiá e a Transitolândia. Este tipo de ação preventiva é importantíssima e é bom até para mim. Já participei de outras aulinhas, com primos e sobrinhos e é sempre um momento bom para estar reciclando, aprimorando conhecimentos. É um programa bacana para as férias", declarou.

 

Os irmãos Alifer Guimarães Ferreira, 12 anos e Allyson Oliveira Ferreira Júnior, 9 anos aproveitaram a manhã para repetir o trajeto. "Já conhecíamos a Transitolândia e viemos participar de novo. É muito divertido. Aprendi que temos que respeitar os outros motoristas e a sinalização, parar no semáforo. Quando eu ando nesta pista, imagino que estou dirigindo uma caminhonete, é como se fosse uma rua de verdade", contou Alifer.

 

"Lá em casa, meu vô é motorista. Ele dirige direitinho, mas como eu também ando de ônibus, acho bom conhecer as normas para poder exigir que o motorista respeite. Quando eu crescer, vou ser um bom motorista, porque aprendi muita coisa boa aqui", acrescentou Allyson.

 

Projeto "Educação para o Trânsito"

 

A Transitolândia faz parte do projeto "Educação para o Trânsito" e tem como principal objetivo levar noções de cidadania às crianças por meio de atividades lúdicas. "Essas ações são para conscientizá-las do seu papel de ciclistas, pedestres e até mesmo passageiros, fazendo com que possam contribuir positivamente para o trânsito", finalizou Patrícia Vilela, responsável pelas ações de educação para o trânsito da Settran.


Secom PMU

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br