quinta-feira, 10 de junho de 2010

Resultados do Proeb 2009 - Uberlândia

Resultados do Proeb 2009 mostram que os alunos de escolas estaduais da superintendência de Uberlândia estão aprendendo mais 

Os resultados do Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica – Proeb 2009, aplicado em novembro do ano passado, demonstram que o desempenho dos alunos de escolas da Superintendência Regional de Ensino de Uberlândia está melhorando. O aprendizado dos estudantes dos três anos avaliados (5º e 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio) das escolas públicas estaduais apresentou crescimento significativo em relação a 2008. Outro ponto a destacar no Proeb 2009 é o alto índice de participação dos alunos. Na SRE de Uberlândia, participaram cerca de 90% das escolas estaduais de ensino fundamental. Já no ensino médio, participaram 77,8% do total: índices superiores aos verificados em avaliações nacionais e considerados excepcionais em qualquer país. Os resultados da avaliação foram divulgados durante encontro que reuniu os 46 superintendentes regionais de ensino em Belo Horizonte.  

Resultados
No 5º ano, a proficiência média dos alunos da SRE de Uberlândia passou de 206,7 em 2008 para 213,4 em 2009, na disciplina de Língua Portuguesa e de 219,8 para 224,8 em Matemática. O destaque foram as notas do 9º ano, que apresentou aumento de 254,2 para 257,7 em Língua Portuguesa, ficando acima da média estadual (252,1), e de 258,2 para 264,8 em Matemática, também acima da média estadual (261,4). O desempenho dos alunos no 3º ano do ensino médio também superou a média estadual: passou de 276 para 279,5 em Língua Portuguesa, quando a média do estado foi de 264,2. Já em Matemática, passou de 283,9 para 287,3, quando a média do estado foi de 284. 

Intervenção Pedagógica
A avaliação só se concretiza quando os resultados são apropriados pelas escolas. Em Minas, os resultados das avaliações como o Proeb são usados pelos educadores e gestores na definição de estratégias para melhorar o desempenho dos alunos. Em todas as escolas da rede estadual de ensino, professores, diretores e especialistas se reúnem para analisar os resultados das avaliações externas e elaboram o Plano de Intervenção Pedagógica (PIP) com base nos resultados do desempenho dos alunos. As escolas se apropriam dos resultados e convidam também os pais e responsáveis para conhecer, discutir e participar das ações propostas no plano. A superintendente regional de ensino de Uberlândia, Joyce de Fátima Magnini, explica que a intervenção pedagógica a partir do resultado de outras edições do Proeb foi fundamental para se alcançar o bom desempenho em 2009. "A intervenção pedagógica valeu como uma maneira de buscar o aprendizado dos alunos. Todos trabalharam juntos e o trabalho da equipe é bastante coeso. A consciência sobre a importância da intervenção pedagógica cresceu bastante. E agora a nossa tendência é melhorar ainda mais." 

Retrato do sistema educacional
De acordo com a secretária de Estado de Educação, Vanessa Guimarães Pinto, nenhum Estado do Brasil tem a capacidade de ter um retrato do sistema educacional como Minas Gerais. "Sabemos exatamente como está o desempenho dos alunos em todas as regiões, em todos os municípios e em todas as escolas. Por isso podemos observar, por exemplo, o crescimento em regiões onde historicamente os alunos apresentavam baixo desempenho", explica a secretária. 

O Proeb é realizado pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (Caed) da Universidade Federal de Juiz de Fora. É uma avaliação externa universal, aplicada em todas as escolas públicas de Minas Gerais, urbanas e rurais, para todos os alunos dos 5º e 9º anos do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Os resultados são utilizados como ferramenta pedagógica em todas as escolas estaduais. Diretores de escolas e pais de alunos podem consultar o resultado pelo site do Caed, no seguinte link: http://www.simave.caedufjf.net/simave/

Simave
O Proeb integra o Sistema Mineiro de Avaliação da Educação Pública (Simave), da Secretaria de Estado de Educação (SEE), responsável pelas avaliações de desempenho em larga escala na rede pública de ensino de Minas Gerais. A metodologia utilizada permite comparações com o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), avaliação amostral, e com a Prova Brasil, ambas promovidas pelo MEC. Para subsidiar as políticas de intervenção pedagógicas, o Proeb passou a ser anual a partir de 2006. A informação é produzida para o conjunto de alunos de cada unidade escolar. Os resultados do Proeb focalizam a escola e fornecem informações para cada unidade de ensino que recebe um boletim com a análise pedagógica dos seus resultados, auxiliando os gestores escolares na construção do seu plano pedagógico.

Agência Minas

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br