quarta-feira, 16 de junho de 2010

Prefeito Odelmo Leão busca credenciamento no SUS para Hospital Municipal e recursos para Corredores de Ônibus

Em entrevista à Secretaria Municipal de Comunicação Social (Secom), o prefeito Odelmo Leão falou sobre a conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que veio à Uberlândia na última segunda-feira (14) para a inauguração do Anel Viário Norte na saída de Uberlândia para Araguari.

 

Secom – Prefeito Odelmo Leão recebeu em Uberlândia a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a solenidade de entrega de obras e novos pleitos foram apresentados, em especial o Hospital Municipal, participação do Governo Federal no custeio do atendimento a partir da abertura da unidade.

Prefeito qual a resposta dada pelo presidente? Como foi feita essa primeira negociação?

 

Prefeito Odelmo Leão – Ao deslocar do Aeroporto Municipal para o local do evento, ao lado do senhor presidente, eu fiz a ele duas reivindicações. A primeira, com relação ao Hospital, para que nós possamos colocá-lo em funcionamento a partir de setembro. Imediatamente o senhor presidente ligou para o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, falou com ele ao telefone, passou logicamente pra eu também manter esse diálogo com ele. Estou fazendo um novo contato para que o ministro envie uma equipe do Ministério da Saúde à Uberlândia para conhecer o Hospital, saber o que está sendo feito aqui em obra pública para a saúde da nossa cidade e logicamente o Ministério tomará as providencias cabíveis. Portanto, a partir de agora nós já estamos em contato direto com o ministro Temporão. Vamos aguardar a visita do ministro, da sua equipe, para que realmente possamos logicamente tomar as providências necessárias.

 

Secom – O senhor disse que foram duas reivindicações, a primeira o Hospital. A segunda?

Prefeito Odelmo Leão – A segunda foi com relação ao projeto, a carta consulta que já está aprovada no BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) e também aprovada na CEF (Caixa Econômica Federal). Foram duas fontes de financiamento que a Prefeitura procurou para implementação logicamente aqui dos corredores de ônibus para melhorar o atendimento ao usuário do transporte coletivo da nossa cidade. O presidente, também aproveitando que o ministro Marcio Fortes estava com ele na comitiva, mandou tomar as providências. O ministro me disse que tem um recurso do ministério dele que sobrou das aplicações desses investimentos que estão fazendo nas cidades que vão sediar a Copa do Mundo e, ao retornar à Brasília, ele iria ver como vai enquadrar essa solicitação de Uberlândia dentro desses recursos e poder atender a cidade também nessa reivindicação. Portanto, foram duas reivindicações ao presidente, uma na questão da saúde, Hospital Municipal, e a outra com relação aos Corredores de Ônibus.

 

Secom – O fato de Uberlândia se transformar numa referência principalmente com os Corredores de Ônibus deve facilitar a liberação desse recurso para novos Corredores, prefeito?

 

Prefeito Odelmo Leão – Eu acho que sim. Eu acho que o Governo Federal tem intenção de investir pra melhoria do atendimento à população e a prefeitura de Uberlândia saiu à frente. Hoje nós temos a maior frota acessível do país. Estamos investindo com recursos próprios. Já construímos duas pontes, "Cícero Naves de Ávila e Geraldo Migliorini", fizemos em parceria também o viaduto do Roosevelt com DNIT. Estamos iniciando também o viaduto agora da João Naves sobre a Rondon e, portanto, eu entendo que Uberlândia hoje está se tornando referencia em Transporte Público. Agora precisamos implantar os Corredores que é uma consolidação desse sistema.

 

Secom – Voltando ao Hospital Municipal, nos últimos dias equipes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo estiveram na cidade para conhecer a estrutura da Saúde em Uberlândia. O prefeito trabalha com a ideia de abrir o Hospital no aniversário da cidade. Ideia mantida? Cronograma em andamento?

 

Prefeito Odelmo Leão – Eu tenho constantemente visitado a obra que está no curso normal. A licitação para equipamentos também já está sendo processada e tenho a convicção de que em setembro nós já começamos a colocar a primeira parte dele em funcionamento que é internação e o setor de UTI. Portanto é uma determinação minha, vamos trabalhar para que realmente isso tudo possa estar pronto a tempo e que nós possamos conseguir cumprir esse cronograma já determinado.

 

Secom – A sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina é a vencedora da Licitação e já prepara a realização desse Processo Seletivo. Na ótica do prefeito dá tempo para começar gradativamente a partir de setembro esse atendimento?

 

Prefeito Odelmo Leão – Isso tudo logicamente você tem que no Serviço Público vencer etapas, vencer logicamente o tempo exigido por lei. Eu tenho o entendimento que para o inicio do funcionamento a sociedade vai conseguir cumprir aquilo que realmente ela deva cumprir, a partir do momento que você faz uma licitação pública e há uma vencedora, a partir de agora a responsabilidade na parte de funcionamento, colocar o material em funcionamento é logicamente da sociedade.

 

Secom – O secretário de Habitação, Felipe Attiê, adiantava que os procedimentos burocráticos finais para o Cidade Verde estão já na reta final e nos próximos dias e ainda talvez nesse mês de junho se dê o Sinal Verde para o Cidade Verde. Essa é a expectativa do prefeito também?

 

Prefeito Odelmo Leão – Dar entrada no projeto na Caixa para que ele possa ser examinado, a primeira fase é 2.030 apartamentos e logicamente começarmos a obra. Eu acho que a nossa meta é atingir até o final deste mandato 15 mil habitações para a cidade de Uberlândia. Posso lhe dizer também que Uberlândia é uma das cidades recordistas no Brasil com esse número de habitações que estamos oferecendo à nossa população.

 

Secom PMU


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura
coletivo de imprensa | www.coletivodeimprensa.jor.br