quinta-feira, 22 de abril de 2010

Prefeito Odelmo Leão recebe representantes da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito

            O prefeito Odelmo Leão recebeu na tarde desta quinta-feira (22) em seu gabinete, o presidente da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito, Deny Nascimento, o coordenador de eventos, Rubens Aparecido Assunção e o comandante-geral, Jeremias Brasileiro. Eles vieram mostrar ao prefeito, a Medalha de Honra da Inconfidência, entregue pelo governador Antonio Anastasia, no feriado de Tiradentes, na cidade de Ouro Preto.

            A honraria foi criada pela lei nº 882, de 28 de julho de 1952, no governo de Juscelino Kubitschek. É concedida àqueles que tenham contribuído para a projeção e valorização do Estado de Minas Gerais.

            A Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito existe oficialmente há 94 anos e congrega todos os grupos de congados existentes na cidade. Atualmente, 25 grupos participam do congado em Uberlândia.

De acordo com o prefeito Odelmo Leão, esse é o reconhecimento ao congado de Uberlândia que acontece há mais de um século na cidade. "A cada ano a festa fica mais bonita e resgata um pouco da nossa cultura e história", disse o prefeito Odelmo Leão.

            Segundo o coordenador-geral, Jeremias Brasileiro, foi a primeira irmandade a receber a honraria em Minas. "Ser a primeira entidade de congado a receber a honraria é uma grande responsabilidade e um incentivo para que a Irmandade tenha sempre força, fé e responsabilidade social", ressaltou o comandante-geral, Jeremias Brasileiro.

            A festa do congado é realizada há 105 anos em Uberlândia. "Estamos preparando em parceria com a Prefeitura de Uberlândia uma grande festa para comemorar os 100 anos de festa na praça da Igreja do Rosário", destacou o coordenador de eventos, Rubens Aparecido Assunção.

            Durante o ano, a Irmandade realiza em parceria com a Prefeitura de Uberlândia, atividades sociais. Nos quartéis de congado da cidade são desenvolvidas oficinas para jovens que estão em situação de risco. "Eles têm aulas de violão, pintura, fabricação de bijuterias e aprendem a confeccionar instrumentos musicais. Isso ajuda a tirar as crianças e jovens da rua", explicou Rubens Aparecido Assunção.

 

Secom PMU


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura