segunda-feira, 12 de abril de 2010

Copa do Mundo aquece mercado

Empresas já se preparam para atender demanda

Há poucos meses do início da Copa do Mundo na África do Sul, materiais publicitários relacionados ao evento futebolístico já começam a entrar em campo nos meios de comunicação. O campeonato mundial diversifica o trabalho de vários segmentos, inclusive o de agências publicitárias, que pretendem atingir setores diferentes e usar todas as mídias possíveis. Elas aproveitam a qualidade do futebol nacional, cuja seleção brasileira é a única com cinco títulos de campeã, para citar frequentemente o "espírito guerreiro" do brasileiro e produzir material publicitário utilizando o tema.

Segundo Mônika Souza, redatora e gestora de processos da Fórmula P, a agência já está desenvolvendo vários trabalhos voltados para Copa do Mundo. A redatora acredita que o tema é uma ótima estratégia para atrair consumidores, pois o esporte faz parte da vida das pessoas. "É um tema muito legal para trabalhar, por ser amplo e bastante convidativo. Um ótimo momento para aparecer no mercado, já que as pessoas estão interessadas", declara.

O mercado gráfico também está com o ritmo acelerado já que se pode esperar cartazes, outdoors, camisetas, bonés e outras peças com o tema em questão. "Com a Copa do Mundo, o aquecimento na economia poderá ser de mais de 15% no setor gráfico em Uberlândia e região, com a geração de centenas de novos postos de trabalho", acredita o presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias Gráficas de Uberlândia (Sindigraf), Walter Custódio. A criatividade e a inovação na produção do trabalho é o diferencial. "A inovação fará a diferença. É hora dos gráficos aproveitarem o aquecimento e se prepararem para modernizar", diz Custódio.

Monika Souza não pensa diferente. "Somente o evento não traz benefícios para a empresa: é preciso aliar o tema a uma estratégia criativa", completa.

Também de olho neste momento, a CDL Uberlândia acredita que os comerciantes devem aproveitar a ocasião para vender mais. "A Copa do Mundo é considerada uma data sazonal para o comércio e não podemos deixá-la passar em branco. Sai na frente quem apostar nesta ocasião. Vale decorar a loja com verde amarelo para chamar a atenção dos consumidores e fazer promoções específicas para esta data", avalia o presidente da entidade, Celso Vilela.
 
Lídia Vilela / Serifa Comunicação Integrada
 
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura