segunda-feira, 29 de março de 2010

UAI Pampulha retoma atendimentos nesta segunda-feira (29) sob nova administração

Depois passar por diversas modificações estruturais neste fim de semana, a Unidade de Atendimento Integrado – UAI Pampulha reabriu suas portas às 7 horas, desta segunda-feira (29) sob nova administração.
 
A unidade (gerenciada desde 1994 pela Fundação Maçônica Manoel dos Santos) passou a ser administrada pela Missão Sal da Terra, associação beneficente de caráter filantrópico. De acordo com Arthur Pereira, coordenador administrativo da UAI Pampulha, estes dois dias de reestruturações foram tranquilos. "Tudo correu muito bem. Foram 20 profissionais trabalhando na limpeza e organização do local - 24 horas por dia, em três turnos -, todos os pacientes que chegaram até aqui foram encaminhados para as Unidades Tibery e São Jorge. Cerca de três ambulâncias ficaram de prontidão, responsáveis por direcionar o pessoal. A movimentação foi pequena. A população estava ciente das intervenções", disse.

Além de renovar todo o mobiliário dos consultórios e das salas de espera (com a substituição de mesas e cadeiras), a Missão Sal da Terra investiu na limpeza e polimento do piso da unidade, na redistribuição do sistema de ar condicionado, no reparo do sistema de videomonitoramento, na ampliação do sistema de iluminação emergencial e na aquisição de dois conjuntos de lâmpadas de pânico. Segundo Sílvio Andrade, técnico em manutenção e responsável pela instalação dos conjuntos, a UAI Pampulha é a primeira unidade a implantar este equipamento. "Antigamente, quando acabava a energia, apenas os corredores ficavam iluminados. Com a chegada deste aparelho, pudemos instalar luzes especiais em oito pontos da unidade: salas de apoio, emergência, enfermagem, faturamento, farmácia, coordenação, corredor do ambulatório e setor de odontologia. Assim, se houver qualquer queda de energia, o trabalho pode ser feito, sem nenhum problema, já que o equipamento manterá as salas iluminadas e oferecerá aos colaboradores uma energia alternativa", explicou.

Segundo o secretário de Saúde, Gladstone Rodrigues da Cunha, esta mudança na gestão segue as recomendações do Ministério Público, que concordou com o novo modelo no contrato administrativo das Unidades de Atendimento Integrado. "Atualmente, temos 76 pontos de atenção na cidade, mais de 4.400 colaboradores e oito unidades no município. E para conseguir prestar um serviço cada vez melhor ao povo de Uberlândia, estamos fazendo adequações no sistema. Estas intervenções darão mais liberdade aos administradores para propor novos métodos e boas práticas, capazes de fazer com que o atendimento seja feito com muito mais qualidade.

Arthur Pereira adiantou o que a população sentirá na prática com esta nova administração. "A partir de hoje, a comunidade do setor sul de Uberlândia contará com uma unidade diferente. Com estes investimentos, queremos expressar nosso interesse na cultura do servir, uma vez que a Missão Sal da Terra busca proporcionar aos cidadãos um atendimento cada vez mais humanizado. Os pacientes notarão uma atenção especial, aprimorada e única, voltada para o bem-estar do nosso povo", ressaltou.
A aposentada Eleusa Maria dos Santos foi uma das pacientes que já sentiram a diferença. "Sou de Cajuru (SP) e vim para cá já faz 12 anos. Desde então, sempre procuro a UAI Pampulha para cuidar da minha saúde e da minha família também. Quando cheguei aqui, fiquei feliz ao ver o cuidado dos médicos com a gente. Está diferente, melhor. Conversei com uma psicóloga e descobri que poderei fazer tratamento na unidade, sem precisar ir para muito longe, com apoio de um educador físico. É benefício para minha cabeça e para o meu corpo. Além de tudo, acredito que Uberlândia está cada dia melhor e em primeiro lugar quando o assunto é saúde. Tiro o chapéu para a Prefeitura e afirmo: não há lugar melhor para morar do que esta cidade", afirmou.
Multidisciplinar
Chamada de unidade mista, a UAI Pampulha oferece atendimento ambulatorial de atenção primária, especialidades e pronto atendimento (urgências e emergências) aos moradores dos bairros Santa Mônica, Segismundo Pereira, Saraiva e Pampulha. A unidade também é referência nas áreas de traumatologia e pediatria no período das 19h às 7h. E a partir desta segunda-feira (29), trará mais novidades, como a implementação de equipe multidisciplinar, formada por assistente social, psicóloga, nutricionista e educadora física.

Andréia Avelar é uma das 186 colaboradoras aprovadas no processo seletivo. É a primeira terapeuta ocupacional a trabalhar em uma UAI e vai atuar em parceria com as outras especialidades. "Queremos ter uma visão global do paciente e este projeto foi criado para ampará-lo por completo. Somente nesta manhã, conseguimos conversar com seis pessoas e encaminhá-las para o atendimento adequado. Creio que nosso trabalho está aí para fazer articulações e unir forças com todos os outros setores da UAI Pampulha, com toda a rede de saúde pública de Uberlândia, em prol da comunidade. Estamos a todo vapor, muito bem preparados", disse.

Segundo Arthur, todos os funcionários foram treinados para adotar as boas práticas já aplicadas pela Missão Sal da Terra nos dois anos de administração da UAI São Jorge. "Desde 2007, nossa instituição está à frente da UAI São Jorge. Graças a esta experiência, temos ótimas expectativas e pudemos criar um modelo inovador de gestão, que visa construir uma organização estrategicamente planejada e ágil, capaz de satisfazer os pacientes da região sul de Uberlândia, com qualidade e excelência", concluiu Arthur.
 
com Secom PMU
 
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura