quarta-feira, 17 de março de 2010

Ações educativas marcam Semana do Dia Mundial de Combate à Tuberculose em Uberlândia

Para celebrar o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, a partir desta sexta-feira (19), profissionais do Programa Municipal de Controle à Tuberculose realizarão diversas atividades educativas pela cidade.

Além da distribuição de materiais educativos, estão programadas palestras para a comunidade até o dia 28 e coletas de exames para detectar a doença entre a população carcerária, moradores de rua, idosos que vivem em asilos, pacientes de comunidades terapêuticas e de Centros de Atenção Psicossocial de Álcool e Outras Drogas (CAPS-AD). As ações também serão desenvolvidas em organizações não-governamentais (ONGs) e em todas as unidades da Rede Municipal de Saúde.

 

Para Rosária Maria Paixão, coordenadora do Programa Municipal de Controle à Tuberculose, esta semana servirá para intensificar os cuidados com a doença na região. "Acredito que esta data não deve ser comemorada e sim vista como uma ocasião de mobilização mundial, nacional, estadual e local, que busca envolver toda a sociedade nesta luta contra a Tuberculose. Temos ampliado esforços para intensificar iniciativas de controle à doença em Uberlândia e a participação da comunidade é imprescindível", expôs.

 

Neste ano, as atividades da Semana do Dia Mundial de Combate à Tuberculose serão voltadas para os chamados grupos de risco: portadores de doenças infectocontagiosas ou auto-imunes, com problemas de saúde mental, pessoas confinadas em locais fechados ou que não têm condições básicas de higiene. "Apesar do nosso trabalho ser voltado para toda a população, decidimos atender este público em especial. Diabéticos, idosos, indivíduos que possuem o vírus da Aids ou moradores de rua precisam de atenção extra, já que possuem imunidade baixa e se encaixam neste perfil de risco", revelou.

 

Entretanto, a coordenadora aproveitou para fazer um alerta. "Mesmo que não se encaixe nestas peculiaridades, qualquer cidadão precisa estar atento à doença. Quem fuma demais, é sedentário, não toma cuidado com a higiene e é estressado também pode se contaminar, já que o organismo fica vulnerável. O ideal é não bobear", disse Rosária.

 

O que é a Tuberculose?

 

            É uma doença infecciosa e contagiosa, causada por uma bactéria chamada Mycobacterium tuberculosis, popularmente conhecida como Bacilo de Koch. A Tuberculose é transmitida pelas vias respiratórias e o contágio se dá através de gotículas de saliva eliminadas pelo doente durante a fala, tosse, canta ou espirra. Quando estas partículas são inaladas por pessoas sadias, provocam a infecção tuberculosa e correm o risco de contrair a doença. "Como a transmissão é por via aérea, não há problema algum em usar talheres, copos ou toalhas de pessoas infectadas. O Bacilo de Koch é contraído pelas vias respiratórias", contou a coordenadora.

 

Sintomas

 

Emagrecimento, dores no peito e nas costas, cansaço, falta de apetite, palidez, febre baixa no final do dia, sudorese durante a noite e tosse seca (contínua e com expectoração com duração de três a quatro semanas) são sintomas da doença. "Os sintomas da Tuberculose são muito parecidos com uma gripe comum. Por esta razão, as pessoas devem ficar atentas e procurar auxílio médico. Quanto mais cedo diagnosticarem a doença, mais rápido e fácil é a possibilidade de tratamento e a interrupção da transmissão. Essas são as melhores formas de se combater e de se quebrar a cadeia de contágio da Tuberculose", explicou Rosária.

 

Diagnóstico e tratamento

 

Exames laboratoriais das secreções pulmonares e de escarro, além de radiografia do tórax são procedimentos confirmatórios. Feito à base de antibióticos, o tratamento da Tuberculose é 100% eficaz e gratuito. "Os medicamentos são distribuídos pelo sistema de saúde, através dos postos municipais de atendimento. Por isso, a comunidade pode procurar qualquer uma das unidades de atendimento em Uberlândia. O tratamento inicial dura seis meses. Se os antibióticos não forem tomados pelo paciente regularmente, a cura pode demorar a chegar. Deste modo, é imprescindível que não seja interrompido, pois quando há o abandono da medicação, o doente pode voltar a contaminar outras pessoas e, também, fortalecer a bactéria existente em seu organismo", disse a coordenadora.

 

Vacina

 

A vacina BCG é utilizada na prevenção da Tuberculose deve ser administrada em todos os recém nascidos. "Mesmo assim, o cuidado com a imunidade deve ser preservado em todas as idades", completou Rosária.

 

Para mais informações, procure o Programa Municipal de Controle da Tuberculose pelos telefones 34-3253-5425 ou 3210-5370.

 

Confira programação da Semana do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, que vai do dia 19 a 28 de março:

 

Data: 19 de março

Atividade: Ação educativa e coleta de exames em Ong

Horário: 9h às 12h

 

Data: 20 e 21 de março

Atividade: Trabalho com população carcerária e familiares no Presídio Jacy de Assis

Horário: 8h às 12h

 

Data: 22 e 26 de março

Atividade: Realização de salas de espera e busca de sintomáticos respiratórios em toda a Rede de Saúde Pública, pelas coordenações e funcionários

 

Data: 23 de março

Atividade: Treinamento para Assistentes Sociais na UAI Pampulha e UAI São Jorge

Horário: 8h às 11h

 

Data: 24 de março

Atividade: Ação educativa com coleta de exames no CAPS Jesus de Nazaré

Horário: 8h às 12h

 

Data: 27 de março

Atividade: Ação educativa na Penitenciária Pimenta da Veiga

Horário: 8h às 12h

 

Data: 28 de março

Atividade: Ação educativa com coleta de exames com moradores de rua

Horário: 8h às 12h

 

 

Curiosidade: O Dia Mundial de Combate à Tuberculose é celebrado em 24 de março. A data foi uma homenagem aos 100 anos do anúncio do descobrimento do bacilo causador da doença, ocorrido dia 24 de março de 1882, pelo médico Robert Kock.

 

Secom PMU
--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura