sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Mais de 1000 pessoas passaram por treinamento para utilizar o sistema Udigital

         Mais de 1000 contadores, empresários, servidores da Prefeitura e da Câmara Municipal de Uberlândia, tomadores e prestadores de serviços participaram das palestras sobre o sistema Udigital, que foram realizadas na quarta-feira (13), quinta-feira (14) e nesta sexta-feira (15), no auditório Cícero Diniz, no Centro Administrativo Municipal.

Os participantes tiveram informações sobre o recadastramento, credenciamento e conheceram o sistema que emite a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e). "Estamos muito satisfeitos com o resultado das palestras. Quem participou, pôde tirar suas dúvidas e ver como é o funcionamento do Udigital", destacou o assessor tributário da Secretaria de Finanças, Silmo Barbosa de Menezes.

Para facilitar a utilização do novo sistema, estarão disponíveis a partir de 25 de janeiro, no site do Udigital (udigital.uberlandia.mg.gov.br), vídeos que vão mostrar passo a passo como devem ser emitidas as notas. "Teremos também um espaço onde o usuário poderá fazer simulações, criando notas fiscais sem valor", ressaltou Silmo Barbosa de Menezes.

Durante as palestras, o consultor e palestrante da DSF (Desenvolvimento de Sistemas Fiscais), Jaime Carli, explicou que o credenciamento será feito totalmente pela internet. "A partir daí as empresas têm condição de atualizar os dados junto à Prefeitura sem precisar de ir até o local. Ou seja, ninguém precisa enfrentar fila para efetuar o procedimento", explicou.

No ato do credenciamento, o responsável legal da empresa deve cadastrar o e-mail para receber a senha de acesso. Caso queira que outras pessoas tenham acesso ao sistema, o cadastro do email desses sub-usuários pode ser feito.

            Foi feito um cronograma pela Secretaria de Finanças, para que as mais de 15 mil empresas, divididas em três grupos se adequem para utilizar o sistema. As que fazem parte do Grupo 1 emitirão a NFS-e a partir de 1° de fevereiro. O Grupo 2 começa a partir de 1° de março e o Grupo 3 a partir de 1° de abril.

            Para as empresas que começarão a utilizar o sistema no dia 1º de março, as palestras serão nos dias 22 e 23 de fevereiro, às 9h e 18h. Já as do Grupo 3, participam das palestras nos dias 15 e 16 de março, às 9h e 18h.

 

Emissão de notas

 

            A NFS-e é o documento fiscal utilizado para registro das prestações de serviços, gerado e armazenado eletronicamente no sistema próprio da Prefeitura de Uberlândia. O credenciamento e a emissão da nota são feitos através do site http://udigital.uberlandia.mg.gov.br. As guias de pagamento são geradas automaticamente. Caso o prestador de serviço não consiga acessar o sistema em determinado momento, ele poderá fazer um Recibo Provisório de Serviços (RPS), disponibilizado por um programa que deve ser instalado no computador. O prestador tem um prazo de cinco dias a partir da emissão para converter o recibo em nota fiscal. Ultrapassado este tempo, o recibo se torna inválido.

            O cancelamento de notas pode ser feito normalmente e com mais praticidade. No entanto, o procedimento deve ser feito antes que o imposto seja recolhido.

 

Benefícios

 

            Os vários modelos de notas de serviços existentes serão reduzidos em apenas um. O formato da NFS-e é padronizado e racionalizado. Isto facilita a autenticação da nota, que pode ser conferida a partir do CNPJ ou do número de verificação, exibido no cabeçalho do documento.

            Jaime Carli reforça que não será mais necessário fazer as demais vias das notas. "O que o tomador do serviço pode solicitar é o link do documento a ser enviado por email, ou então uma cópia da imagem da NFS-e. Mas as pessoas devem estar atentas, já que o papel é apenas uma representação gráfica. Para ser autêntica, ela deve constar no sistema da Prefeitura", destacou.

            Os estabelecimentos receberão gratuitamente uma placa que mostra ao tomador de serviço que a empresa está autorizada a emitir a NPS-e. A placa deve ser afixada em local visível e será entregue à medida que for feito o recadastramento.

            De acordo com o consultor, o contador é uma figura importante no processo. "É ele quem vai orientar o empresário, mas é bom lembrar que o empresário deve vir às palestras para saber como deve ser feita a emissão", afirmou.


Secom PMU

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura