terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Ciclo de palestras sobre o UDIgital começa nesta quarta-feira (13)

 

Nesta quarta-feira (13), às 9h, iniciam-se as palestras de treinamento para contadores e prestadores de serviço que emitirão Nota fiscal Eletrônica de Serviços (NFS-e) pelo UDIgital.

 

A Secretaria Municipal de Finanças organizou os ciclos de palestras para capacitar os profissionais ao novo sistema online. Estão programados seis módulos (divididos em três etapas e três grupos), que serão realizados das 9h às 11h e das 18h às 20h, no auditório Cícero Diniz.

 

Na primeira etapa que será realizada nos dias 13 e 14 de janeiro devem participar aqueles que emitirão a NFS-e a partir de 1º de fevereiro. A segunda etapa, que acontece nos dias 22 e 23 de fevereiro é destinada aos contadores e prestadores que emitirão as NFS-e a partir de 1º de março. Nos dias 15 e 16 de março ocorre a terceira e última etapa, para os que emitirão as Notas Fiscais Eletrônicas a partir de 1º de abril.

 

Durante o treinamento, os participantes vão conhecer detalhes sobre o credenciamento e o recadastramento das empresas que emitirão notas fiscais eletrônicas. A obrigatoriedade do cadastramento vai até 31 de março e quem não se regularizar até a data, ficará fora do ISS digital e estará sujeito a multa.

 

Para participar dos ciclos, os interessados devem acessar o site http://udigital.uberlandia.mg.gov.br, verificar em qual item de serviço estão enquadrados junto ao Cadastro Municipal do Contribuinte e em qual grupo deverão ingressar no novo sistema de emissão.

 

UDIgital

 

O programa prevê a implantação da NFS-e como um documento exclusivamente digital, gerado e armazenado eletronicamente para documentar as operações de prestação de serviços, substituindo a emissão manual de notas fiscais de papel. Com conexão segura e credenciamento prévio de responsáveis, a solução possibilita a impressão, re-impressão ou cancelamento da NFS-e, além da emissão da respectiva guia de recolhimento pela internet, o que representa muito mais economia, agilidade e transparência.

 

Benefícios para os Contribuintes, as Empresas e a Prefeitura:

 

- Redução de custos com papel, envio e armazenamento de notas fiscais;

- Simplificação do cumprimento das obrigações acessórias (emissão, livros fiscais, declaração);

- Incentivo à adoção de relacionamento eletrônico entre prestadores e tomadores de serviço;

- Eliminação de erros de preenchimento de cálculos.

 

Janaína Sorna

Secom PMU

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura