terça-feira, 13 de outubro de 2009

Anunciada a construção de quase 2000 novos imóveis em Uberlândia

Investimentos giram em torno R$100 milhões e envolvem programa social

 

            O prefeito Odelmo Leão recebeu na manhã de hoje, (13), na sala de reuniões do seu gabinete o diretor-presidente da Realiza Construtora, José Humberto Nascimento. Também estavam presentes os secretários de planejamento urbano, habitação e meio ambiente,

José Humberto Nascimento aunciou o lançamento de três novos empreendimentos em Uberlândia. Um no bairro Cidade Jardim, onde serão construídos dois condomínios fechados: na primeira fase, um com 400 casas, em uma área de 135 mil metros; e, na segunda fase, outro do mesmo tamanho com mais cerca de 700 apartamentos.

O outro empreeendimento é uma parceria com o grupo Algar, que prevê a construção de duas torres na av. Cesário Alvim esquina com a rua Tenente Virmondes. "O grupo Algar tem ali uma área de 4 mil metros quadrados onde serão construídas duas torres: uma de apartamentos de três quartos com duas suítes, reversível para três suítes; duas vagas de garagem; área de lazer; academia de ginástica completa; uma piscina orgânica e muito jardim. São quatro mil metros quadrados de área livre, dos quais vamos ocupar mil metros quadrados com as duas torres", disse José Humberto Nascimento.

Além desses dois empreendimentos, a Realiza ainda vai construir no bairro Jardim Botânico 200 apartamentos, cujo valor vai girar em torno de 80 a 100 mil reais, para atender as pessoas que recebem de três a seis salários mínimos. "É o Jardim Tropical Sul, que vai ser construído perto do Hospital Municipal. Já construímos o Jardim Tropical no bairro Umuarama que foi um sucesso, e vamos agora repetir a experiência na zona sul", disse o diretor-presidente da Realiza.

A novidade anunciada juntamente com os empreendimentos é que as obras de todos eles serão realizadas com mão-de-obra de ex-presidiários que fazem parte da APAC (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado). De acordo com José Humberto, a Construtora criou um programa social para receber o apaquiano em fase de recuperação. "Não é um teste ou experiência que vamos fazer com eles. É um período de treinamento mesmo que prevê um acompanhamento individual, no qual vamos medir a produtividade de cada um e dar oportunidade a esse pessoal", afirmou.

Segundo o Prefeito Odelmo Leão, no que lhe diz respeito, a Prefeitura vai contribuir para que os novos projetos sejam acelerados. "Recebo o anúncio dos investimentos com muito orgulho. Quero agradecer os investimentos na área econômica e social e dizer que vamos fazer o possível para acelerar os novos projetos que, certamente, vão beneficiar o trabalhador e a trabalhadora da nossa cidade", disse.

 

Michele Borges

Secom PMU

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura