segunda-feira, 21 de setembro de 2009

CineClube da Esquina desta quarta apresenta "11 de setembro"

A pedido do produtor francês, Alain Brigand, 11 diretores de cinema produziram 11 curtas-metragens sobre o atentado de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos. A coletânea "11 de setembro" será exibida no Teatro de Bolso do Mercado Municipal, nesta quarta-feira (23), a partir das 19h30. É mais uma edição do Cineclube da Esquina, promovido pela secretaria municipal de Cultura em parceria com o SESC e a Associação Nova Mídia.  

Com liberdade artística para refletir sobre o episódio, os produtores só deveriam obedecer ao tempo de duração do filme, estipulado em 11 minutos 9 segundos e 1 frame (11'09"01"), em uma referência à data do ataque terrorista.

Danis Tanovic (segmento Bósnia-Herzegovina) e Ken Loach (segmento Reino Unido) relacionam a data a outros acontecimentos: Tanovic lembra o massacre de Srebrnica em 11 de setembro de 1995, e Loach, a deposição do chileno Salvador Allende em 1973.

Idrissa Ouedraogo (segmento Burkina-Faso) faz uma comédia reflexiva sobre Burkina-Faso, e Samira Makhmalbaf (segmento Irã) mostra uma professora tentando explicar o episódio a um grupo de crianças.

Sean Penne (segmento Estados Unidos) evoca a vida de uma viúva que vivia à sombra das duas torres desabadas e Claude Lelouch (segmento França) descreve a reação de surdos que testemunharam o ocorrido, enquanto Shonei Imamura (segmento do Japão) recorre às memórias japonesas da Segunda Guerra Mundial.

Mira Nair (segmento Índia), por sua vez, apresenta os problemas das minorias étnicas, e Amos Gitai (segmento Israel) dá sua interpretação sobre o papel da mídia na transmissão de informações sobre o atentado.

Alejandro González-Iñárritu (segmento México) apresenta 11 minutos de prece na escuridão e Youssef Chahine (segmento Egito) reflete a perspectiva do Oriente Médio.

 

Michele Borges

Secom PMU


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura