quarta-feira, 9 de setembro de 2009

CASA COM VIDA propõe reflexão sobre memória e identidade

Exposição será aberta ao público no próximo dia 14

 

Tem gente que passa horas discutindo a cor de tinta que vai usar na parede da sala ou o objeto que vai colocar na entrada de casa. Desde a pré-história, o homem vem pintando paredes, esculpindo objetos, enfeitando e dando novo significado ao lugar que habita.

Os trabalhos mais recentes do artista e designer, Alexandre França, reunidos para a exposição CASA COM VIDA, retratam exatamente esse universo. Através de uma técnica mista, que utiliza pintura, colagens, impressões e sobreposições, a memória de pequenos objetos ganha novo significado com luz, cores e sensibilidade.

"A casa é considerada lugar de sentir, descobrir, propor, expor. Obviamente, a leitura que cada um fará do meu trabalho é individual: o que ofereço é uma reflexão particular sobre o significado da casa na vida das pessoas para que elas mesmas, por meio da sua própria sensibilidade, possam criar a sua reflexão", explica o artista.

A exposição CASA COM VIDA faz parte da programação que antecede o lançamento do livro ALEXANDRE FRANÇA – ARTE E DESIGN, que comemora os 25 anos de trabalho do artista, e é um projeto aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura 2009.

As 22 telas podem ser vistas de perto a partir do dia 14 de setembro, de 2ª a 6ª feira, das 08h às 18h, na Galeria de Arte do Mercado Municipal.

 

Michele Borges

Secom PMU


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura