segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Ambulatório Herbert de Souza chama a atenção para golpe aplicado em lojistas

O alerta é feito pela coordenadora do Ambulatório DST/AIDS, Cláudia Spirandelli. Alguns pacientes têm usado o nome do Ambulatório para conseguir doações no comércio da cidade. "Eles vão às lojas, pedem roupas e sapatos e dizem que é para o bazar do DST, mas não fazemos campanhas para recolher nada e nem temos bazar. Essas pessoas não estão com uniforme e nem o crachá do Ambulatório. Peço aos lojistas que fiquem atentos ao golpe e denunciem a prática, pois ainda não conseguimos identificar o autor".

O golpe já foi aplicado em aproximadamente 15 vítimas.

O Ambulatório é ligado à Secretaria de Saúde, funciona das 6h30 às 18h30, na rua Avelino Jorge Nascimento, 15, bairro Roosevelt e conta com 35 profissionais

Por mês, são atendidos cerca de 3000 pacientes portadores de DST/HIV/AIDS, Hepatites B e C. "Nossas ações são amplas. Além de consultas, exames, todos os pacientes fazem o tratamento das doenças. Tudo sem custo nenhum, explica Cláudia Spirandelli. 

A equipe de prevenção também atende empresas e eventos em Uberlândia, realiza campanhas preventivas contra AIDS e Hepatites, ministra palestras em SIPATs e escolas, distribui camisinhas e folhetos explicativos.

O telefone do DST/AIDS é (34) 3215-2444. 

 

   

Alitéia Milagre

Secom PMU


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura