sexta-feira, 10 de julho de 2009

Responsabilidade Socioambiental está no DNA da Unimed Uberlândia

Singular conquista o Selo de Responsabilidade Social com notas acima da média 

O Balanço Social Consolidado do Sistema Unimed de 2008 apurou um resultado 26% maior que no período anterior: um investimento de R$ 965,5 milhões em ações sociais por todo o país. O resultado é composto por dados de 206 singulares, 10 federações, a Central Nacional Unimed e a Unimed do Brasil.

A Unimed Uberlândia está nesse grupo e conquistou mais um Selo de Responsabilidade Social dado pelo Sistema Unimed às singulares que desenvolvem projetos de responsabilidade social empresarial e ambiental. Este ano, a Unimed Uberlândia foi classificado no nível 3, o que significa que a cooperativa assimilou o conceito da gestão socialmente responsável alcançando o estágio profundidade de maturidade, no qual a maioria das práticas de Responsabilidade Social são planejadas e monitoradas, atendendo alguns públicos de relacionamento. "Nossas ações de responsabilidade socioambiental fazem parte do planejamento estratégico, pois toda grande corporação que deseja se manter vida, no real sentido da palavra, precisa pensar seriamente em responsabilidade socioambiental. Estamos felizes com o resultado, pois nosso crescimento é progressivo e consciente", diz o médico e diretor da Unimed Uberlândia, Ricardo Maurício Novaes. 

Metodologia aplicada

A metodologia utilizada pela Unimed do Brasil e pela Fundação Unimed para avaliação das ações de responsabilidade social está baseada na análise de sete itens de Responsabilidade Social: valores, transparência e governança, público interno, comunidade, meio ambiente, clientes, fornecedores e por fim, governo e sociedade.

 A Unimed Uberlândia recebeu notas acima da média com relação a outras singulares certificadas e teve uma aproximação considerável em relação das Unimeds Benchmark, ou seja, aquelas que tiveram melhor desempenho. "No tema valores, transparência e governança tivemos pontuação 14, sendo a média de outras singulares 11,2. Já no tema público interno nossa singular ficou com 19 pontos, enquanto a pontuação média foi 12,4. No tema clientes tivemos 12,5 e a média foi 9,5. Esses são alguns exemplos do nosso trabalho traduzido pelos números", explica diretor. 

Cenário nacional

O resultado do Balanço Social Consolidado do período 2004-2008 foi de R$ 965,5 milhões e inclui informações de 218 cooperativas. O BS também demonstra que a Unimed ainda proporcionou o montante de R$ 8,4 bilhões em distribuição de riquezas. Somente para o público interno, os indicadores apontam que foram direcionados recursos que ultrapassam os R$ 789 milhões. Enquanto que para o público externo o investimento chegou a R$ 175 milhões. Para o diretor de Marketing e Desenvolvimento da Unimed do Brasil, Aucélio Melo de Gusmão, esses números refletem a percepção das cooperativas médicas de que é a somatória dos valores enviados por cada uma delas que dá peso ao documento e que concretiza a mensuração desse tipo de investimento. "As singulares demonstraram crescente consciência cívica e um compromisso social com a cidadania ao consolidar um excelente Balanço Social", sinaliza Aucélio. Já o presidente da Confederação, Eudes de Freitas Aquino, sinaliza que os recursos destinados traduzem o conhecimento do Sistema na construção em um mundo melhor, com mais justiça e menos desigualdades.

(Fonte: Agência Unimed de Notícias)
Fernanda Beraldo / Serifa


--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura