segunda-feira, 27 de julho de 2009

Produtos clandestinos são apreendidos pela Vigilância Sanitária

            A Vigilância Sanitária apreendeu durante uma fiscalização de rotina, na manhã desta segunda-feira (27), 800 litros de materiais de limpeza sem registro que estavam sendo comercializados por um homem, no bairro Planalto.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária, Marco Aurélio Ribeiro de Sá, os produtos são irregulares. Contém erros na rotulagem, são embalados de forma inadequada e colocam em risco a vida dos consumidores. "A fabricação não é autorizada pela Vigilância Sanitária e nem pela Anvisa. Produtos químicos capazes de causar sérios acidentes quando utilizados ou armazenados de forma incorreta, chamados de domissanitários precisam ter registro para a fabricação, a comercialização e o transporte. O registro é a maneira de o laboratório comprovar a eficácia, a segurança do uso e a regularidade do produto", explicou.

A Vigilância Sanitária vai acompanhar o descarte desses materiais. Segundo Marco Aurélio, além da apreensão dos materiais, o vendedor dos produtos poderá pagar multa que varia de R$600 a R$ 2 milhões. 

Quem presenciar venda ilegal de produtos pode denunciar pelo telefone (34) 3213-6152.

 

Alitéia Milagre

Secom PMU



--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura