quinta-feira, 16 de julho de 2009

APAE inaugura espaço inédito e inovador

Foto: Departamento de MKT Interno da UNIMED

Unimed Uberlândia será responsável pela conservação dos "Jardins Sensoriais" 

Acontece, amanhã, 17 de julho, às 13h30, na sede da APAE Uberlândia, que fica na Rua João de Barro, 396, bairro Cidade Jardim, a inauguração dos Jardins Sensoriais, projeto que trabalha separadamente os cinco sentidos humanos: audição, olfato,  paladar, tato e  visão. Este último foi totalmente desenvolvido com o apoio a Unimed Uberlândia, que firmou parceria com a instituição para a manutenção dos outros jardins.

            "Responsabilidade Socioambiental é como denomino essa parceria tão importante para Unimed quanto para a APAE. Os únicos fatos que se interpõem entre o homem e o que ele quer da vida são a vontade frequente de tentar e a fé para acreditar que é possível, sempre", diz o médico e diretor da Unimed Uberlândia, Ricardo Maurício Novaes.           

Espaço ímpar

No Brasil, o primeiro Jardim Sensorial nasceu há 30 anos e foi construído no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Os jardins com essa função nas escolas municipais, estaduais, ONGs e em alguns jardins botânicos são menores e compactos, onde os sentidos são trabalhados no mesmo espaço.

Na APAE Uberlândia o projeto é pioneiro, pois os jardins foram construídos separadamente, ou seja, em cada área será trabalhado um órgão do sentido. São eles: jardim da visão, jardim do olfato, jardim do paladar, jardim do tato e jardim da visão. O projeto foi doado pelo arquiteto e paisagista Hélio Ferreira Vaz. 

Os jardins e seus benefícios

A APAE Uberlândia atende hoje pessoas de três meses a 60 anos de idade e os jardins foram elaborados para atender esses alunos, pois cada programa oferecido pela associação possui atividades específicas para seu desenvolvimento. "O trabalho é magnífico, pois é democrático e tem como objetivo o desenvolvimento humano", ressalta Ricardo Maurício.

Cada jardim possui composição particular. Confira seus inúmeros benefícios:

Jardim Sensorial da Audição -  o apelo ao sonoro é preponderante, estimulando os diversos tipos de sons, inclusive da própria natureza. O local é propício para trabalhar com a música, com a sonorização e percepção auditiva. Um chafariz colocado no centro deste jardim proporciona a "volta à calma interior", através do som da água, trazendo mais tranquilidade e harmonia ao ambiente.  Além disso, o jardim trabalha com a atenção e concentração, pois foi construída uma pista para corrida e marcha, onde o apito é um dos instrumentos sonoros a ser utilizado. Na varanda coberta  e nas árvores, os "mensageiros do vento", através do som de sinos, também auxiliam na concentração, aumentam a tolerância e diminuem a ansiedade.

Jardim Sensorial do Olfato - foi construído diversos canteiros onde as plantas possuem um cheiro mais característico e peculiar, por exemplo, orégano, hortelã, manjericão, dentre outros. O diferencial é que os próprios alunos da oficina de jardinagem plantam as mudas e os demais alunos da instituição o visitam explorando e vivenciando através do cheiro, conteúdos internos auxiliando a aprendizagem de forma prazerosa.

Jardim Sensorial do Paladar - neste ambiente de mesas com tamboretes, existe a possibilidade de aproveitar a área de sombra, onde são desenvolvidas as aulas de culinária com a nutricionista da instituição, assim como um lanche coletivo, piqueniques e outras atividades relacionadas a alimentação e aos diferentes sabores dos alimentos.

Jardim Sensorial do Tato - foi planejado um espaço com mureta e passarela tátil, onde o aluno consegue sentir através da pele diferentes sensações, utilizando as mãos e sola dos pés. As plantas escolhidas para cada trecho desta área proporcionam a compreensão de conceitos pedagógicos, tais como: áspero, liso, grosso, fino, alto, baixo, dentre outros.

 Jardim Sensorial da Visão - o apelo visual é mais forte, por isso é possível brincar com as cores das flores, dos bancos, dos peixes colocados no lago com nascente artificial, das plantas, entre outros. O espaço proporciona tranquilidade e o trabalha com conceitos pedagógicos, como as cores primárias, números, figuras geométricas, dentre outros. A percepção visual aliada a aulas extraclasse favorecerão o desenvolvimento dos alunos, além de ser um espaço para recreação e socialização. 

Parceria

Para manter os jardins sempre vivos e organizados, a APAE contará com o apoio da Unimed Uberlândia. "A manutenção é importante para continuarmos oferecendo um ensino de qualidade nos espaços construídos. Com o apoio mensal da Unimed esta manutenção será diária. Assim, será possível a continuidade dos trabalhos com os alunos com deficiência intelectual; e desta forma, promover a inclusão social e educacional de forma gradativa e responsável. Nossa parceria é valiosa", conclui a diretora da APAE Uberlândia, Cássia Felice. 

Fernanda Beraldo / Serifa

--
farolcomunitario | rede web de informação e cultura